Dores como sinal de gravidez

Dores como sinal de gravidez

1357975778 | goffkein.pro | shutterstock.com

Dores abdominais ou mamárias são sinal de gravidez?

Como posso saber se uma dor ou impressão na barriga indicam que estou grávida – ou apenas que está para me aparecer o período

Todas as grávidas sentem dores? Se sim, quais? De onde vêm os sintomas e o que pode ajudar?  Neste artigo analisamos estas dúvidas. 

    Sugestão: 🤰 "Será que estou grávida? - Faça o Teste de Gravidez Online

     

    Dores abdominais - gravidez?

    A maioria das mulheres, grávidas ou não, sabe bem o que são dores acentuadas ou agudas, ou uma pressão desconfortável na barriga, ou, ainda, cólicas abdominais. Este tipo de dores pode ser sintoma de gravidez, mas não necessariamente. Há muitas mulheres que se queixam dos mesmos sintomas durante a tensão pré-menstrual (TPM). 

    ℹ️ Nota: em caso de sintomas invulgares ou graves, especialmente dor num dos lados do abdómen ou hemorragia sem causa definida, deve procurar aconselhamento médico. Estes sintomas podem indicar, por exemplo, uma gravidez ectópica.

    Estas podem ser outras causas de dor abdominal:

    Antes da gravidez

    1. Dores pouco intensas durante a ovulação

    A ovulação ocorre a cada ciclo da mulher, quando um óvulo é libertado pelo folículo, deslocando-se até à trompa de Falópio. Neste processo, a membrana protetora que rodeia o óvulo abre-se, libertando o óvulo, juntamente com o fluído folicular. De modo a prevenir que o óvulo se perca na cavidade abdominal, as fímbrias da trompa de Falópio (ramificações em forma de dedos) envolvem o óvulo delicadamente, transportando-o até à zona da trompa que tem a forma de um tubo.  

    Onde existe tanta agitação, também pode existir uma ligeira dor. Mas, uma vez que o óvulo só poderá ser fecundado a partir deste momento, esta dor não indica uma gravidez, é apenas uma dor ovulatória. 

     

    No início de uma gravidez

    2. Implantação:

    Se a fecundação acontecer, o óvulo fecundado vai implantar-se no útero cerca de cinco dias depois. Pode-se sentir, então, uma impressão no abdómen e pode surgir uma perda de sangue causada pela implantação. Estes podem ser os primeiros sinais da gravidez. 

    A partir daí ocorrem vários eventos que podem ou não causar dores de barriga: 

    • A placenta é formada e, de modo gradual, estabelece-se no útero com vilosidades semelhantes a raízes.  
    • Novos vasos sanguíneos são criados de modo a que o bebé receba o oxigénio e os nutrientes de que precisa. 
    • Os ligamentos uterinos expandem-se: são ligamentos de fibra muscular que estabilizam o útero na zona pélvica. Neste caso, é mais provável que a dor seja sentida na zona lateral ou como um puxão na virilha. 

    Por isso, nesta fase, a mulher pode ter dores abdominais e ausência de menstruação, e, logo, suspeitar de uma gravidez. 

     

    3. Atividade gastrointestinal durante a gravidez

    Outra razão possível para estes sintomas podem ser as  dificuldades gastrointestinais causadas pelas alterações hormonais próprias da gravidez. Sabe-se que quase metade das mulheres grávidas sentem, por vezes, dores de barriga, gases e prisão de ventre.  

     

    À medida que a gravidez avança

    4. Menos espaço para os órgãos

    Enquanto a gravidez progride, o feto cresce e o útero aumenta de tamanho. Os restantes órgãos têm cada vez menos espaço no abdómen, sofrendo uma certa pressão, o que, juntamente com os movimentos fetais do último trimestre, também pode ser doloroso.  

     

    5. Alargamento do osso púbico

    Com o alargamento da sínfise púbica (articulação que liga as duas metades da pélvis), também pode surgir desconforto. Numa gravidez avançada, especialmente quando não é a primeira, o orifício central da sínfise pode alargar 3 a 4 milímetros, provocando dor. (Nestes casos, uma faixa pré-parto pode aliviar).  

     

    6. Contrações

    Mais ou menos a partir da vigésima semana de gravidez, podem surgir contrações irregulares, que fazem com que a barriga fique dura e dorida. 

     

    Tensão mamária – gravidez ou período?

    Muitas mulheres sofrem de dores no peito antes da menstruação. Estas mesmas dores também podem ser sentidas nos primeiros meses de gravidez, quando os seios da mulher grávida começam a inchar e aumentar. Devido às mudanças hormonais, a mama passa a ser mais irrigada, e as glândulas mamárias desenvolvem-se, o que corresponde ao início da preparação para um possível aleitamento materno depois do parto.

    Ao contrário do que acontece quando as dores na mama se devem à chegada do período, no caso de uma gravidez esta dor também é acompanhada por alterações nos mamilos, que se tornam mais salientes, mudam de cor e podem ficar doridos.

     

    Dores de costas no início e durante a gravidez

    Uma das ações das hormonas durante a gravidez é o aumento de tecidos, o que, por vezes, causa dores nas costas no início da mesma, quando os nervos sacro e ciático são, muitas vezes, afetados. 

    Muitas mulheres grávidas também sentem dores nas costas cada vez mais fortes à medida que a gravidez avança, quando o bebé e a barriga aumentam de dimensão e peso. 

     

    Dor de dentes durante a gravidez

    Durante a gravidez, ainda devido às hormonas, as gengivas tornam-se mais sensíveis, inchando ou sangrando mais facilmente. Se a mulher grávida também sofrer de enjoos, manter os hábitos normais de higiene oral pode tornar-se mais difícil, o que pode causar problemas na cavidade oral e originar dores de dentes. 

     

    Gravidez – outras dores possíveis

    À medida que a gravidez avança, podem aparecer outras dores, como por exemplo:

    • Câimbras nas pernas por falta de magnésio
    • Azia
    • Problemas de hemorróidas

     

    Dores e preocupação com a possibilidade de estar grávida...

    Os vários tipos possíveis de dor na gravidez podem ser os mais diversos. Mas não precisa de se preocupar, pois existem muitas mulheres que vivem a sua gravidez praticamente sem desconforto. Na verdade, uma gravidez não é, necessariamente, sinónimo de dores. 

    Se quiser saber quais são os sintomas gerais de uma gravidez, este artigo pode ser bom para si: Sintomas de gravidez.

    • Devo ir ao médico? Se sente algum dos sintomas referidos e se questiona sobre a possibilidade de estar grávida, ir ao médico pode ser bom para si.
    • 🤰 Será que estou grávida? Se sente necessidade de saber agora se está grávida ou não, preencha o nosso Teste de Gravidez Online. Existem campos no teste onde pode descrever os sintomas que tem sentido. Para além de feedback instantâneo e automático, pode - se desejar - receber uma nova resposta individual de uma counsellor experiente da nossa equipa.
    • Aborto: sim ou não? Se tem a sensação de que não haveria espaço para uma gravidez na sua vida, talvez lhe interesse fazer o nosso Teste de Aborto Online. Aqui receberá uma análise pessoal de uma counsellor especializada. Teremos todo o prazer em dedicar tempo a si e às suas preocupações!

     

    Outros artigos que lhe podem interessar:

    Considera que a informação neste artigo foi útil?